segunda-feira, 11 de abril de 2011

MISTERIOSO – Arne Dahl

Sinopse

Estocolmo, meados dos anos de 1990. Thelonious Monk e uma gravação rara do trecho musical «Misterioso» são o fio condutor de um caso policial: figuras bem conhecidas da alta finança começam a aparecer mortos, segundo um modus operandi que lembra uma execução ritual. Tudo indica que o assassino não vai parar e a Polícia organiza um grupo de elite para trabalhar exclusivamente naquele caso. Arne Dahl constrói um enredo complexo servido por recursos linguísticos de grande nível, reflexões sobre a vida social e a existência humana, sem nunca perder o ritmo da acção nem o estupendo sentido de humor.
Opinião
Desde já, quero agradecer á Vera, a administradora do blog Menina dos Policiais, e á Editorial Presença naturalmente, pela oferta deste exemplar. Muito Obrigada!!
Este livro foi uma agradável surpresa!!
Desde o inicio até ao fim, é uma história envolvente e acima de tudo misteriosa. Especulações, existem muitas no decorrer desta narrativa, mas só mesmo no final, é que se desvenda todo este trama policial e principalmente a identidade do assassino.
Ai a identidade do assassino!!!
O seu modus operandi, deixou-me maravilhada, acho que o autor se esmerou na sua elaboração. O facto de este assassino, cometer os seus crimes ao som de Misterioso, um título de um verdadeiro clássico da música jazz, é fantástico. Acho que este facto apimenta bastante esta história, sem dúvida.
Não posso deixar de referir, que a capa deste livro é estrondosa, só no fim é que lhe dei o devida atenção, mas sempre me suscitou muita curiosidade. Eu adorava dizer porquê, mas não posso.
De forma mais técnica, achei a sua escrita muito fluida e a estrutura do livro em si, elaborada de uma forma muito perspicaz.
Ao inicio andei um pouco confusa com os nomes das personagens. O facto de serem nomes suecos e de ter de os identificar por vezes pelo seu apelido, torna-se uma tarefa ligeiramente difícil. Acho que este ponto, sem dúvida é o menos positivo, no entanto a minha avaliação final é bastante positiva. Para segundo policial que leio e primeiro desta colecção da Editorial Presença, estou bastante contente com o resultado.
Recomendo esta leitura.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Obrigada pelo seu comentário...