terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Colecção Rei Ludovico – Mariana Vaz Serra


Esta colecção infanto-juvenil procura desenvolver diversas temáticas a partir da relação entre o rei Ludovico e o seu novo amigo: Ismael.

É um conjunto de contos que têm como personagem principal o rei Ludovico: um rei de um reino imaginário, que nunca é identificado. Tem cerca de 50 anos, nunca foi casado, nem teve filhos. Tem um irmão que também é rei de um reino vizinho e um sobrinho. Como rei, é um homem justo e amado pelo seu povo. O rei Ludovico será acompanhado nas suas aventuras por Ismael, um rapaz com 10 anos de idade. É um rapaz bom, mas orgulhoso. Aos poucos vai perdendo a sua inocência de criança para se começar a tornar num adolescente.

Cada conto tem por base uma passagem bíblica ou do Catecismo da Igreja Católica, tentando promover os valores inerentes.

A Viagem do Rei Ludovico

Talvez por não ter frequentado a Catequese quando era nova, esta colecção tenha tido um sabor mais especial.

Este primeiro livro da colecção, “A Viagem do Rei Ludovico”, aborda uma tema bem conhecido, o nascimento de Jesus.

Nesta primeira aventura, o Rei Ludovico acompanha os três Reis Magos na viagem que fazem para ir ao encontro de uma Estrela muito brilhante. A Estrela que anuncia a chegada de alguém muito importante, alguém que traz consigo a marca de Deus. Mas o Rei Ludovico não tem somente o privilegio de assistir a este acontecimento, conhece também aquele que virá a ser o seu “filho”, o Ismael. Esta viagem tornou-se não só para ele como para nós, os leitores, numa importante reflexão sobre alguns valores da vida.

O Conselheiro do Rei Ludovico

Neste livro, o Rei Ludovico fica dividido entre a verdade e a mentira, sendo que o seu “filho” Ismael será o centro desta suspeita.

Não é um livro alusivo á época Natalícia, mas o seu conteúdo transporta igualmente uma mensagem importante. As acções que Ismael tem para com os outros, fazem-nos reflectir sobre as nossas próprias atitudes.

Livros magníficos para as crianças, seja qual for a sua idade. Pois mesmo não tendo a noção da mensagem que transmite, as imagens falam por si, pelos menos foi o que o meu filho Gabriel de 2 anos achou. O facto de lhe referir o menino triste, o Rei, o senhor mau, com o acompanhamento que lhe dou e através de uma simples explicação, acaba por ficar a entender um pouco da história.

A escrita simples e as belas ilustrações, fazem desta leitura uma leitura muito agradável. No fim de cada livro, existem propostas de trabalho para fazer individualmente ou em grupo. São apresentadas várias formas de aprender e reflectir sobre estas histórias, até mesmo de forma mais especifica, utilizando a Bíblia.


Artigos Relacionados:

Sem comentários:

Publicar um comentário

Obrigada pelo seu comentário...